08/03/2007

Atleta da AGCO do Brasil ganha sete medalhas no Mundial de Natação dos Trabalhadores

Fernanda Mocellin ganhou ouro na prova de revezamento 4x100m nado livre no campeonato realizado pelo SESI, em Blumenau/SC, com participação de trabalhadores-atletas de nove países.
Fernanda Mocellin, 30 anos, analista de Comércio Exterior da AGCO Brasil, conquistou sete medalhas ao representar a empresa no Campeonato Mundial de Natação do Trabalhador, realizado pelo Serviço Social da Indústria (SESI), de 26 de fevereiro a 3 de março, em Blumenau/SC. Ela trouxe para casa uma medalha de Ouro, cinco de Prata e uma de Bronze no evento realizado pela primeira vez no Brasil. Fernanda teve uma atuação destacada, ganhando a medalha de Ouro na prova de revezamento 4x100m nado livre, além de mais seis premiações: Prata no revezamento 4x50m nado livre, revezamento 4x100m medley (quatro estilos), 50m nado livre, 100m nado livre e 200m nado livro, além da medalha de Bronze nos 50m nado borboleta. O evento reuniu 136 atletas, de nove países, – 60 deles brasileiros. A participação de 35 grandes e médias empresas brasileiras, de 17 Estados, demonstrou o investimento que o setor industrial realiza para melhorar a qualidade de vida dos funcionários. A AGCO estimula a prática esportiva através de competições internas e participação em competições, contando com o apoio técnico de um Professor de Educação Física que é o responsável pela organização e coordenação das equipes esportivas. Entre outras atividades, a empresa desenvolve o Programa Viva 100%, realizado diariamente na associação de funcionários, que visa melhorar a qualidade de vida dos colaboradores através de atividade física orientada. A trajetória da atleta-trabalhadora Formada em Comércio Exterior, Fernanda (de camiseta amarela na foto acima) trabalha há sete anos na unidade de Canoas/RS, como analista na área de Comércio Exterior de Peças. Ela começou a nadar aos 9 anos de idade. Aos 16 anos, conquistou três títulos importantes: campeã sul-brasileira, recordista sul-brasileira e campeã do campeonato brasileiro. Aos 18 anos, Fernanda morou nos Estados Unidos para aperfeiçoar o estudo de inglês e lá venceu competições como melhor atleta da escola e da região. Voltou ao Brasil com 19 anos e sua prioridade passou a ser a faculdade de Comércio Exterior e os estágios que deveria realizar. Fernanda parou de treinar com 21 anos, mas começou a participar das competições do SESI. Obteve o segundo lugar no campeonato sul-brasileiro de 2005 e no ano seguinte foi campeã, garantindo a classificação para o mundial de 2007 em Santa Catarina. Crédito: fotos de José Paulo Lacerda/Divulgação SESI